Estudo cientifico demonstra que cães reconhecem dono através da cara

09-11-2010 10:53

     
 
Image

O professor Paolo Mongillo, da Universidade de Pádua (Itália), conduziu a equipa de cientistas que demonstrou a dificuldade que o melhor amigo do Homem tem em identificar o dono quando este tem a cara tapada.

Nesta experiência os cientistas pediram ao dono do cão a ser testado que se juntasse a um grupo de pessoas para taparem a cara com sacos. Estes voluntários caminharam, de seguida, pela sala. Observou-se que o cão prestara pouca atenção ao seu dono o que revelou que, para os cães, a cara é o elemento principal para o reconhecimento da identidade.

Outro dos vectores do estudo consistiu em analisar o quanto os cães “preferem” o dono em detrimento de um estranho. Para esse efeito uma equipa do departamento de ciências veterinárias experimentais daquela universidade, seleccionada por Mongillo, conduziu uma experiência que consistiu em fazer passar à frente do cão, numa sala, o seu dono e uma pessoa que lhe fosse estranha. “Estas pessoas caminharam em direcções opostas e passaram muitas vezes à frente do cão. Desta forma medimos o tempo em que o cão olhou para uma pessoa e para a outra”, explicou Mongillo. De seguida, o dono e o estranho foram instruídos para sair por uma das duas portas da sala. O resultado final demonstrou que “a maioria dos cães ficava a olhar para a porta por onde o dono saía e optava por lá ficar à espera”, concluiu o professor.

Esta conclusão, apesar de “esperada”, nunca antes tinha sido testada numa experiência científica e reflecte o que “resulta de milhares de anos de domesticação”, assumiu Mongillo.

URGÊNCIAS 24 HORAS POR DIA TODO O ANO