NIKITA - PIÓMETRA

07-05-2015 18:53

A piometra é um distúrbio uterino de cães e gatos, mediado pela hormona reprodutiva progestrona. A progestrona é a hormona feminina que actua para manter a gravidez. Todas as cadelas, mesmo não estando grávidas, são expostas a concentrações sanguíneas de progestrona elevadas durante os 45 a 75 dias que sucedem o cio.

A progestrona provoca uma diminuição das defesas naturais do útero, fazendo com que este fique mais susceptível a infecções de bactérias que habitam normalmente a vagina e que “sobem” através do cervix para o útero infectando-o. Dentro destas bactérias, a E. coli é a bactéria que mais vezes causa piometra.

Como as concentrações sanguíneas de progestrona nunca são tão elevadas e frequentes nas gatas como nas cadelas, a piómetra é mais frequente nas últimas, embora as gatas também possam sofrer da doença.

A maioria das Piómetras aparece em cadelas e gatas que primeiro desenvolveram Hiperplasia quística do endométrio. Esta última desenvolve-se progressivamente, devido à exposição continuada e repetida à progesterona, produzida durante os sucessivos ciclos estricos. Por este motivo, a Piómetra é mais comum em fêmeas com mais de 6 anos, porque a influência da progesterona durante os vários cios, que exibiram ao longo dos anos, aumenta a predisposição. A Piómetra pode ocorrer também

em gestantes que abortaram ou cujos seus fetos morreram e em fêmeas castradas em que não foi retirado o seu útero e ovários na totalidade

Em fêmeas jovens que fizeram  medicamentos abortivos baseados em estrogéneos (injecções abortivas) ou anticoncepcionais baseados em progestrona (pílulas) são muito mais predispostos a piómetra.

A piometra pode surgir de duas formas, a aberta, em que o animal apresenta uma descarga vaginal de pús ou fluido uterino geralmente com mau cheiro, ou a fechada em que não existe descarga vaginal, porque o cérvix está “fechado”. Geralmente a Piómetra fechada é mais preocupante porque o animal pode adoecer gravemente antes que o dono se aperceba que existe um problema.

A piometra pode levar à ruptura do útero pondo em risco a vida do seu animal, tal como a ruptura do apêndice nas pessoas.

URGÊNCIAS 24 HORAS POR DIA TODO O ANO